Seja bem vindo!

Quem somos

Minha foto
Tati e Cartei
Amigas pelo destino. Irmãs de coração. Sejam bem vindos!
Visualizar meu perfil completo

Objetivos do Blog

Esse blog tem como objetivo principal informá-los sobre diversos temas.
Vamos falar de músicas, vídeos, livros, viagens, saúde, trabalho, concursos, atualidades em geral e muito mais! Fiquem atentos, pois várias surpresas vão acontecer. Como fazer isso? Apenas um "ENTER" e terá informações verídicas e confiáveis.
Desde já, nosso muito obrigada!

Tati e Cartei

Já passaram por aqui..."Visitantes"

Assine via e-mail

Enter your email address:

Arquivos do Blog

Telefones úteis do RJ

-193 Bombeiros
-190 Polícia
-192 Ambulância
-199 Defesa Civil
-2590-2121 Anjos do Asfalto
-2233-9191 Centro de Valorização da Vida
-2286-8337 Crianças Desaparecidas (9h às 18h)
-3399-3690 Delegacia da Mulher
-3399-7171 Delegacia de Atendimento ao Turista
-2253-1177 Disque Denúncia
-3399-3853 /2242-1832 Instituto Médico Legal
-2573-3244 Intoxicação
-2293-8697 Plantão e Autorização de Viagens
-3399-3217 Polícia Civil
-2291-2142 Polícia Federal
-3399-4857 /2625-1530 Polícia Rodoviária Estadual
-2471-6111 Polícia Rodoviária Federal
-2220-0515 Salvaero
-2253-6572 Salvamar
-2589-5656 S.O.S. Criança Abrapia (8h às 18h)
-2563-1159 Achados e Perdidos (8h às 17h)
-2533-4343 Aerobarco
-3398-5050/0800-999099 Aeroporto Internacional (24 horas) 3325-2833 Aeroporto Jacarepaguá
-0800-244646 Aeroporto Santos Dumont
-2507-4558 AFDM - Brasil (9h às 17h)
-2220-5065 Al-Anon Orientação a Famílias de Alcoólicos (9:30h às 17:30h)
-2253-9283/2233-4813/2240-6738 Alcoólicos Anônimos
-2285-6229 Banco de Olhos
-2533-6661 Barcas
-3870-5320/2233-8412 Capitania dos Portos
-2252-4067 Cet-Rio (8h às 20h)
-2566-1531 Comlurb / Desratização
-2297-0195 Cedae
-0800-240197 CEG
-2460-4042 DETRAN (Serviço de Atendimento ao Cliente)
-2460-4041 DETRAN (Disque Habilitação)
-2460-4040 DETRAN (Disque Vistoria)
-2518-2221 Disque Aids (12h às 18h)
-2263-7267/2263-5668 DNER (Geral)
-2589-0066 FEEMA (10h às 16:30h)
-2503-2280/2503-2281 Fiscalização Sanitária (8h às 17h)
-2254-2100 Fiscalização Sanitária (17h às 6h) dias úteis
-2588-9494 Supervia (Trens Urbanos)
-2240-0483/2262-4141 Grupo de Apoio à Vida (7h às 22h)
-2518-3993 Grupo pela VIDA (9h às 20h)
-0800-618080 IBAMA
-0800-780191 INSS (7h às 19h) - PREVFONE
-2293-8096 Inst. Felix Pacheco (IFP) (9h às 16h)
-2503-2000 Ligue Educação (9h às 17h)
-0800-210196 Luz e Força (DISQUE LIGHT)
-2483-5357 Metrô (Serviço de Atendimento ao Cliente)
-2533-5015 Narcóticos Anônimos
-2233-0220 Neuróticos Anônimos
-1512 Procon
-2587-6444/2587-6464 Programa Rio Transplante (Informações)
-2587-6111 Programa Rio Transplante (Notificação de Morte Encefálica)
-0800-780300 Receita Federal (10h às 16h)
-2542-8080 RioTur (9h às 18h)
-2291-5151 Rodoviária Novo Rio
-2589-1234 Teleburaco (9h às 17h)
-0800-5700100 Telegrama Fonado
-2232-4398 Telejardim (9h às 16h)
-2295-2121/2295-2295 Hospital Rocha Maia (Botafogo)
-2274-2121/2274-6050 Hospital Municipal Miguel Couto (Gávea)
-2287-2322 Hospital de Ipanema (Ipanema)
-2294-5582 Hospital da Lagoa (Jardim Botânico)
-2221-2121/2296-4114 Hospital Municipal Souza Aguiar (Centro)
-2291-3131 Hospital dos Servidores do Estado (Centro)
-2268-4412 Hospital do Andaraí (Andaraí)
-2560-6882 Hospital Geral de Bonsucesso (Bonsucesso)
-2260-9322/2260-4388 Centro de Prom. Social Abrigo Cristo Redentor (Bonsucesso)
-2564-2010 Hospital Universitário da UFRJ (Ilha do Fundão)
-3396-0123 Hospital Municipal Paulino Werneck (Ilha do Governador)
-2462-1630 Hospital N.Sra do Loreto (Ilha do Governador)
-2568-7722 Policlínica Piquet Carneiro (Mangueira)
-2501-0112/2501-2121 Hospital Municipal Salgado Filho (Meier)
-2560-7772/2590-1042 Hospital Estadual Getúlio Vargas (Penha)
-2289-0349/2597-1132 Hospital de Piedade (Piedade)
-3372-6820/3372-6600 Hospital Carmela Dutra (Rocha Miranda)
-2568-9760/2569-5925 Hospital Univ.Gaffrée Guinle (Tijuca)
-2587-6100 Hospital Universitário Pedro Ernesto (Vila Isabel)
-2431-1818 Hospital Municipal Lourenço Jorge (Barra da Tijuca)
-3394-0123 Hospital Estadual Rocha Faria (Campo Grande)
-2445-0279 Hospital Raphael Paula Souza (Curicica) -2425-2255 Hospital Geral Cardoso Fontes (Jacarepaguá)
-3390-0123 Hospital Estadual Carlos Chagas (Marechal Hermes)
-3331-0123 Hospital Estadual Albert Schweitzer (Realengo)
-3395-0123 Hospital Estadual Pedro II (Santa Cruz)
-2457-4911 Policlínica Guarnição da Vila Militar (Vila Militar)
-2542-3049 Instituto Psiquiátrico Philipe Pinel - Psiquiatria (Botafogo)
-2217-4110 Hospital do Câncer - Oncologia - Instituto Nacional do Câncer (Centro)
-2297-7772 Instituto Nacional de Traumato-Ortopedia - Ortopedia (Centro)
-2597-4242/2269-2121 Centro Psiquiátrico Pedro II - Psiquiatria (Engenho de Dentro)
-2423-3138 Instituto Estadual de Dermatologia Sanitária - Dermatologia (Jacarepaguá) - antigo Hospital Estadual Colônia Curupaiti (Hanseníase)
-2285-3344 Hospital de Cardiologia de Laranjeiras - cardiologia (Laranjeiras)
-2577-4242 Hospital Luiza Gomes de Lemoss - Oncologia - Instituto Nacional do Câncer (Vila Isabel)
-2221-7577 Instituto de Ginecologia da UFRJ - Ginecologia (Centro)
-2507-6001 Hospital Maternidade da Praça XV - Maternidade (Centro)
-2597-3552 Hospital Maternidade Carmela Dutra - Maternidade (Lins de Vasconcelos)
-2450-2580/2450-2062 Hospital e Maternidade Alexander Fleming - Maternidade (Marechal Hermes)
-2445-0279 Maternidade Leila Diniz - Maternidade (Jacarepaguá)
-2285-7935 Maternidade Escola UFRJ - Maternidade (Laranjeiras)
-2553-0052 Instituto Fernandes Figueira - Maternidade (Flamengo)
-2580-8343 Instituto Municipal da Mulher Fernando Magalhães - Maternidade (São Cristóvão)
-3390-0180 Unidade Integrada de Saúde Herculano Pinheiro - Maternidade (Madureira)
-2590-4742/2590-4290 Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira UFRJ - Pediatria (Ilha do Fundão)
-2273-1127 Hospital Municipal Salles Neto - Pediatria (Rio Comprido)
-2569-4088 Hospital Municipal Jesus - Pediatria (Vila Isabel)
-2286-7272 Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro - Cardiologia (Humaitá)
-2221-7577 Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia Luiz Capriglione - Endocrinologia (Centro)
-2290-1943/2598-4242 Hospital Evandro Chagas - FIOCRUZ - Doenças Infecto-Contagiosas (Manguinhos)
-2580-0868 Instituto de Infectologia São Sebastião - Doenças Infecto-Contagiosas (Caju)
-2568-9122 Hospital Municipal Barata Ribeiro - Ortopedia (Mangueira)
-2580-2773 Hospital Estadual Anchieta - Ortopedia (Caju)
-2516-1404 Hospital de Oncologia - Oncologia - Instituto Nacional do Câncer (Santo Cristo)
-2242-6080 Instituto Estadual de Hematologia Arthur de Siqueira Cavalcanti - Hematologia (Centro)
-2568-0354 Instituto Municipal de Medicina Física Oscar Clarck - Medicina Física (Maracanã)
-2232-0530 Instituto Estadual de Radiologia Manuel de Abreu - Radiologia (Centro)
-2446-4455 Hospital Estadual Santa Maria - Tisiologia e Pneumologia (Jacarepaguá)
-2446-5177 Colônia Juliano Moreira - Psiquiatria (Taquara)
-2295-2549 Instituto de Psiquiatria UFRJ - Psiquiatria (Botafogo)
-2295-6282 Instituto de Neurologia Deolindo Couto - Neurologia (Botafogo)
-2569-7929 Instituto de Geriatria e Gerontologia Miguel Pedro - Geriatria (Vila Isabel)
-2254-2100 Instituto Municipal de Medicina Veterinária Jorge Vaitsman - Veterinária (Mangueira)

Encontre aqui o que procura.

Pesquisa personalizada

quarta-feira, 16 de junho de 2010

A Origem do Papel

História do Papel


O papel como suporte para escrita é o material mais usado nos dias de hoje, embora haja ainda a permanência de outros materiais.
Antes da criação do papel, em alguns paises e/ou grupos humanos existiram maneiras curiosas do homem se expressar através da escrita. Na Índia, usavam as folhas de palmeiras, os esquimós utilizavam ossos de baleia e dentes de foca. Na China os livros eram feitos com conchas e cascos de tartaruga e posteriormente em bambu e seda. Estes dois últimos antecederam a descoberta do papel. Entre outros povos era comum o uso da pedra, barro e até mesmo a casca das arvores. As matérias primas mais famosas e próximas do papel foram o papiro e o pergaminho. O primeiro, o papiro, foi inventado pelos egípcios e apesar de sua fragilidade, milhares de documentos em papiro chegaram até nos. O pergaminho era muito mais resistente, pois se tratava de pele de animal, geralmente carneiro, bezerro ou cabra e tinham um custo muito elevado. Os Maias e os Astecas guardavam seus livros de matemática, astronomia e medicina em cascas de árvores, chamadas de "tonalamatl".
A palavra papel é originária do latim "papyrus". Nome dado a um vegetal da família "Cepareas" (Cyperua papyrus). A medula dos seus caules era empregada, como já referido, pelos egípcios, há 2 400 anos antes de Cristo. Entretanto foram os chineses os primeiros a fabricarem o papel como o atual. Por volta do século VI a.C. os chineses começaram a produzir um papel de seda branco próprio para pintura e para escrita. O papel produzido após a proclamação da invenção, diferenciava-se desse, unicamente pela matéria prima utilizada.
A maioria dos historiadores concorda em atribuir a T'sai Lun, um oficial da Corte Imperial Chinesa (150 d.C.) a primazia de ter feito papel por meio de polpação de redes de pesca e de trapos e mais tarde usado vegetais. Esta técnica foi mantida em segredo pelos chineses durante quase 600 anos. O uso do papel estendeu-se até os confins do Império Chinês, acompanhando as rotas comerciais das grandes caravanas. Até então a difusão da fabricação do papel foi lenta. Tudo parece indicar que a partir do ano 751 (d.C), quando os árabes, instalados em Samarkanda, grande entreposto das caravanas provinientes da China, aprisionaram 2 chineses que conheciam a arte do papel e a trocaram pela sua liberdade. Dai então foi possível a quebra do monopólio chinês com o início da produção de papel em Bagdá (795 d.C.). A partir daquele momento a difusão do conhecimento sobre a produção do papel artesanal acompanhou a expansão muçulmana ao longo da costa norte da África ate a Península Ibérica.
Os primeiros moinhos papeleiros europeus localizaram-se na Espanha, em Xativa e Toledo (1085). Ao mesmo tempo via Sicilia ou Palestina, o papel foi introduzido na Itália. Depois em 1184 chegou a França e então lentamente outros paises começaram a estabelecer suas manufaturas nacionais. Na América foi introduzido pelos colonizadores e no Brasil em 1809. A sua produção se deu desde então a nível industrial.
No fim do século XVI, os holandeses inventaram uma máquina que permitia desfazer trapos desintegrando-os até o estado de fibra. O uso dessa máquina que passou a chamar-se de "holandesa", foi se propagando e chegou até os nossos dias sem que os sucessivos aperfeiçoamentos tenham modificado a sua idéia básica.
No fim do século XVIII, a revolução industrial amenizou a constante escassez de matéria prima para a indústria de papel e aumentou a demanda criando um mercado com grande poder de consumo. Em fins do século XVIII e princípios do século XIX a indústria do papel ganhou um grande impulso com a invenção das máquinas de produção contínua e do uso de pastas de madeira.
Há aproximadamente 15, 20 anos é que no Brasil, artistas plásticos vêem resgatando e difundindo as técnicas de produção do papel artesanal.


Fonte: Imagem: http://www.eno.sk/userfiles/admin_data/image/Egyptian_Papyrus_Drawing.jpg

1 comentários:

Junior disse...

Super interessante, parabéns!

Related Posts with Thumbnails

Discover Brazil

Leve-me com você




 
2009 Template Buc�lico|Templates e Acess�rios