Seja bem vindo!

Quem somos

Minha foto
Tati e Cartei
Amigas pelo destino. Irmãs de coração. Sejam bem vindos!
Visualizar meu perfil completo

Objetivos do Blog

Esse blog tem como objetivo principal informá-los sobre diversos temas.
Vamos falar de músicas, vídeos, livros, viagens, saúde, trabalho, concursos, atualidades em geral e muito mais! Fiquem atentos, pois várias surpresas vão acontecer. Como fazer isso? Apenas um "ENTER" e terá informações verídicas e confiáveis.
Desde já, nosso muito obrigada!

Tati e Cartei

Já passaram por aqui..."Visitantes"

Assine via e-mail

Enter your email address:

Arquivos do Blog

Telefones úteis do RJ

-193 Bombeiros
-190 Polícia
-192 Ambulância
-199 Defesa Civil
-2590-2121 Anjos do Asfalto
-2233-9191 Centro de Valorização da Vida
-2286-8337 Crianças Desaparecidas (9h às 18h)
-3399-3690 Delegacia da Mulher
-3399-7171 Delegacia de Atendimento ao Turista
-2253-1177 Disque Denúncia
-3399-3853 /2242-1832 Instituto Médico Legal
-2573-3244 Intoxicação
-2293-8697 Plantão e Autorização de Viagens
-3399-3217 Polícia Civil
-2291-2142 Polícia Federal
-3399-4857 /2625-1530 Polícia Rodoviária Estadual
-2471-6111 Polícia Rodoviária Federal
-2220-0515 Salvaero
-2253-6572 Salvamar
-2589-5656 S.O.S. Criança Abrapia (8h às 18h)
-2563-1159 Achados e Perdidos (8h às 17h)
-2533-4343 Aerobarco
-3398-5050/0800-999099 Aeroporto Internacional (24 horas) 3325-2833 Aeroporto Jacarepaguá
-0800-244646 Aeroporto Santos Dumont
-2507-4558 AFDM - Brasil (9h às 17h)
-2220-5065 Al-Anon Orientação a Famílias de Alcoólicos (9:30h às 17:30h)
-2253-9283/2233-4813/2240-6738 Alcoólicos Anônimos
-2285-6229 Banco de Olhos
-2533-6661 Barcas
-3870-5320/2233-8412 Capitania dos Portos
-2252-4067 Cet-Rio (8h às 20h)
-2566-1531 Comlurb / Desratização
-2297-0195 Cedae
-0800-240197 CEG
-2460-4042 DETRAN (Serviço de Atendimento ao Cliente)
-2460-4041 DETRAN (Disque Habilitação)
-2460-4040 DETRAN (Disque Vistoria)
-2518-2221 Disque Aids (12h às 18h)
-2263-7267/2263-5668 DNER (Geral)
-2589-0066 FEEMA (10h às 16:30h)
-2503-2280/2503-2281 Fiscalização Sanitária (8h às 17h)
-2254-2100 Fiscalização Sanitária (17h às 6h) dias úteis
-2588-9494 Supervia (Trens Urbanos)
-2240-0483/2262-4141 Grupo de Apoio à Vida (7h às 22h)
-2518-3993 Grupo pela VIDA (9h às 20h)
-0800-618080 IBAMA
-0800-780191 INSS (7h às 19h) - PREVFONE
-2293-8096 Inst. Felix Pacheco (IFP) (9h às 16h)
-2503-2000 Ligue Educação (9h às 17h)
-0800-210196 Luz e Força (DISQUE LIGHT)
-2483-5357 Metrô (Serviço de Atendimento ao Cliente)
-2533-5015 Narcóticos Anônimos
-2233-0220 Neuróticos Anônimos
-1512 Procon
-2587-6444/2587-6464 Programa Rio Transplante (Informações)
-2587-6111 Programa Rio Transplante (Notificação de Morte Encefálica)
-0800-780300 Receita Federal (10h às 16h)
-2542-8080 RioTur (9h às 18h)
-2291-5151 Rodoviária Novo Rio
-2589-1234 Teleburaco (9h às 17h)
-0800-5700100 Telegrama Fonado
-2232-4398 Telejardim (9h às 16h)
-2295-2121/2295-2295 Hospital Rocha Maia (Botafogo)
-2274-2121/2274-6050 Hospital Municipal Miguel Couto (Gávea)
-2287-2322 Hospital de Ipanema (Ipanema)
-2294-5582 Hospital da Lagoa (Jardim Botânico)
-2221-2121/2296-4114 Hospital Municipal Souza Aguiar (Centro)
-2291-3131 Hospital dos Servidores do Estado (Centro)
-2268-4412 Hospital do Andaraí (Andaraí)
-2560-6882 Hospital Geral de Bonsucesso (Bonsucesso)
-2260-9322/2260-4388 Centro de Prom. Social Abrigo Cristo Redentor (Bonsucesso)
-2564-2010 Hospital Universitário da UFRJ (Ilha do Fundão)
-3396-0123 Hospital Municipal Paulino Werneck (Ilha do Governador)
-2462-1630 Hospital N.Sra do Loreto (Ilha do Governador)
-2568-7722 Policlínica Piquet Carneiro (Mangueira)
-2501-0112/2501-2121 Hospital Municipal Salgado Filho (Meier)
-2560-7772/2590-1042 Hospital Estadual Getúlio Vargas (Penha)
-2289-0349/2597-1132 Hospital de Piedade (Piedade)
-3372-6820/3372-6600 Hospital Carmela Dutra (Rocha Miranda)
-2568-9760/2569-5925 Hospital Univ.Gaffrée Guinle (Tijuca)
-2587-6100 Hospital Universitário Pedro Ernesto (Vila Isabel)
-2431-1818 Hospital Municipal Lourenço Jorge (Barra da Tijuca)
-3394-0123 Hospital Estadual Rocha Faria (Campo Grande)
-2445-0279 Hospital Raphael Paula Souza (Curicica) -2425-2255 Hospital Geral Cardoso Fontes (Jacarepaguá)
-3390-0123 Hospital Estadual Carlos Chagas (Marechal Hermes)
-3331-0123 Hospital Estadual Albert Schweitzer (Realengo)
-3395-0123 Hospital Estadual Pedro II (Santa Cruz)
-2457-4911 Policlínica Guarnição da Vila Militar (Vila Militar)
-2542-3049 Instituto Psiquiátrico Philipe Pinel - Psiquiatria (Botafogo)
-2217-4110 Hospital do Câncer - Oncologia - Instituto Nacional do Câncer (Centro)
-2297-7772 Instituto Nacional de Traumato-Ortopedia - Ortopedia (Centro)
-2597-4242/2269-2121 Centro Psiquiátrico Pedro II - Psiquiatria (Engenho de Dentro)
-2423-3138 Instituto Estadual de Dermatologia Sanitária - Dermatologia (Jacarepaguá) - antigo Hospital Estadual Colônia Curupaiti (Hanseníase)
-2285-3344 Hospital de Cardiologia de Laranjeiras - cardiologia (Laranjeiras)
-2577-4242 Hospital Luiza Gomes de Lemoss - Oncologia - Instituto Nacional do Câncer (Vila Isabel)
-2221-7577 Instituto de Ginecologia da UFRJ - Ginecologia (Centro)
-2507-6001 Hospital Maternidade da Praça XV - Maternidade (Centro)
-2597-3552 Hospital Maternidade Carmela Dutra - Maternidade (Lins de Vasconcelos)
-2450-2580/2450-2062 Hospital e Maternidade Alexander Fleming - Maternidade (Marechal Hermes)
-2445-0279 Maternidade Leila Diniz - Maternidade (Jacarepaguá)
-2285-7935 Maternidade Escola UFRJ - Maternidade (Laranjeiras)
-2553-0052 Instituto Fernandes Figueira - Maternidade (Flamengo)
-2580-8343 Instituto Municipal da Mulher Fernando Magalhães - Maternidade (São Cristóvão)
-3390-0180 Unidade Integrada de Saúde Herculano Pinheiro - Maternidade (Madureira)
-2590-4742/2590-4290 Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira UFRJ - Pediatria (Ilha do Fundão)
-2273-1127 Hospital Municipal Salles Neto - Pediatria (Rio Comprido)
-2569-4088 Hospital Municipal Jesus - Pediatria (Vila Isabel)
-2286-7272 Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro - Cardiologia (Humaitá)
-2221-7577 Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia Luiz Capriglione - Endocrinologia (Centro)
-2290-1943/2598-4242 Hospital Evandro Chagas - FIOCRUZ - Doenças Infecto-Contagiosas (Manguinhos)
-2580-0868 Instituto de Infectologia São Sebastião - Doenças Infecto-Contagiosas (Caju)
-2568-9122 Hospital Municipal Barata Ribeiro - Ortopedia (Mangueira)
-2580-2773 Hospital Estadual Anchieta - Ortopedia (Caju)
-2516-1404 Hospital de Oncologia - Oncologia - Instituto Nacional do Câncer (Santo Cristo)
-2242-6080 Instituto Estadual de Hematologia Arthur de Siqueira Cavalcanti - Hematologia (Centro)
-2568-0354 Instituto Municipal de Medicina Física Oscar Clarck - Medicina Física (Maracanã)
-2232-0530 Instituto Estadual de Radiologia Manuel de Abreu - Radiologia (Centro)
-2446-4455 Hospital Estadual Santa Maria - Tisiologia e Pneumologia (Jacarepaguá)
-2446-5177 Colônia Juliano Moreira - Psiquiatria (Taquara)
-2295-2549 Instituto de Psiquiatria UFRJ - Psiquiatria (Botafogo)
-2295-6282 Instituto de Neurologia Deolindo Couto - Neurologia (Botafogo)
-2569-7929 Instituto de Geriatria e Gerontologia Miguel Pedro - Geriatria (Vila Isabel)
-2254-2100 Instituto Municipal de Medicina Veterinária Jorge Vaitsman - Veterinária (Mangueira)

Encontre aqui o que procura.

Pesquisa personalizada

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Influenza H1N1

Clinicamente, a doença inicia-se com a instalação abrupta de febre alta, em geral acima de 38oC, seguida de mialgia, dor de garganta, prostração, dor de cabeça e tosse seca. A febre é o sintoma mais importante e dura em torno de três dias. Com a sua progressão, os sintomas respiratórios tornam-se mais evidentes e mantém-se em geral por três a quatro dias após o desaparecimento da febre.

Os vírus influenza são compostos de RNA de hélice única, da família dos Ortomixovírus e subdividem-se em três tipos: A, B e C, de acordo com sua diversidade antigênica. Os vírus podem sofrer mutações (transformações em sua estrutura). Os tipos A e B causam maior morbidade (doença) e mortalidade (mortes) que o tipo C. Geralmente as epidemias e pandemias (epidemia em vários países) estão associadas ao vírus influenza A. As principais características do processo de transmissão da influenza são: alta transmissibilidade, principalmente em relação à influenza A; maior gravidade entre os idosos, as crianças, os imunodeprimidos, os cardiopatas e os pneumopatas; rápida variação antigênica do vírus influenza A, o que favorece a rápida reposição do estoque de susceptíveis na população; apresenta-se como zoonose entre aves selvagens e domésticas, suínos, focas e eqüinos que, desse modo, também constituem-se em reservatórios dos vírus. Outras informações podem ser encontradas no Guia de Vigilância Epidemiológica da Influenza/Ministério da Saúde.

Os sintomas da Gripe, muitas vezes, se assemelham aos do resfriado.
Resfriado: caracteriza-se pela presença de sintomas relacionados ao comprometimento das vias aéreas superiores, como congestão nasal, rinorréia, tosse, rouquidão, febre variável, e menso frequentemente mal-estar, mialgia, cefaléia. O quadro geralmente é brando, de evolução benigna (2 a 4 dias), mas podem ocorrer complicações como otites, sinusites e bronquites, e quadros graves , de acordo com o agente etiológico em questão. Tem como principal agente causal os Rhinovírus (mais de 100 sorotipos), embora também seja comumente causado pelo vírus Parainfluenza, Coronavírus, Vírus Sincicial Respiratório, Adenovírus, Enterovírus.
Há ainda outros agentes infecciosos, que podem causas sintomas respiratórios que simulam o quadro de resfriado, como Clamydia pneumoniae e Mycoplasma pneumoniae, Streptococcus sp. E agravos não infecciosos: uma série de condições apresentam os principais sintomas de resfriado (tosse, congestão nasal, rinorréia, rouquidão e dor de garganta), a saber: a rinite alérgica (mais comum); a polipose nasal, a rinite atrófica, as alterações do septo nasal e a presença de corpo estranho em cavidade nasal.

As primeiras suspeitas de infecção pelo vírus Influenza ocorreram por volta do século V a.C. por Hipócrates, conhecido como pai da medicina, que relatou casos de uma doença respiratória que em algumas semanas matou muitas pessoas e depois desapareceu.

A primeira epidemia de gripe ocorreu em 1889 e 300 mil pessoas morreram, principalmente idosos, em decorrência de complicações, como pneumonia bacteriana secundária. Em 1918, a epidemia conhecida como Gripe Espanhola acometeu cerca de 50% da população mundial e vitimou mais de 40 milhões de pessoas. No Brasil, cerca de 65% da população foi infectada e por volta de 35.240 pessoas morreram.

Fonte: Ministério da Saúde



0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Discover Brazil

Leve-me com você




 
2009 Template Buc�lico|Templates e Acess�rios