Seja bem vindo!

Quem somos

Minha foto
Tati e Cartei
Amigas pelo destino. Irmãs de coração. Sejam bem vindos!
Visualizar meu perfil completo

Objetivos do Blog

Esse blog tem como objetivo principal informá-los sobre diversos temas.
Vamos falar de músicas, vídeos, livros, viagens, saúde, trabalho, concursos, atualidades em geral e muito mais! Fiquem atentos, pois várias surpresas vão acontecer. Como fazer isso? Apenas um "ENTER" e terá informações verídicas e confiáveis.
Desde já, nosso muito obrigada!

Tati e Cartei

Já passaram por aqui..."Visitantes"

Assine via e-mail

Enter your email address:

Telefones úteis do RJ

-193 Bombeiros
-190 Polícia
-192 Ambulância
-199 Defesa Civil
-2590-2121 Anjos do Asfalto
-2233-9191 Centro de Valorização da Vida
-2286-8337 Crianças Desaparecidas (9h às 18h)
-3399-3690 Delegacia da Mulher
-3399-7171 Delegacia de Atendimento ao Turista
-2253-1177 Disque Denúncia
-3399-3853 /2242-1832 Instituto Médico Legal
-2573-3244 Intoxicação
-2293-8697 Plantão e Autorização de Viagens
-3399-3217 Polícia Civil
-2291-2142 Polícia Federal
-3399-4857 /2625-1530 Polícia Rodoviária Estadual
-2471-6111 Polícia Rodoviária Federal
-2220-0515 Salvaero
-2253-6572 Salvamar
-2589-5656 S.O.S. Criança Abrapia (8h às 18h)
-2563-1159 Achados e Perdidos (8h às 17h)
-2533-4343 Aerobarco
-3398-5050/0800-999099 Aeroporto Internacional (24 horas) 3325-2833 Aeroporto Jacarepaguá
-0800-244646 Aeroporto Santos Dumont
-2507-4558 AFDM - Brasil (9h às 17h)
-2220-5065 Al-Anon Orientação a Famílias de Alcoólicos (9:30h às 17:30h)
-2253-9283/2233-4813/2240-6738 Alcoólicos Anônimos
-2285-6229 Banco de Olhos
-2533-6661 Barcas
-3870-5320/2233-8412 Capitania dos Portos
-2252-4067 Cet-Rio (8h às 20h)
-2566-1531 Comlurb / Desratização
-2297-0195 Cedae
-0800-240197 CEG
-2460-4042 DETRAN (Serviço de Atendimento ao Cliente)
-2460-4041 DETRAN (Disque Habilitação)
-2460-4040 DETRAN (Disque Vistoria)
-2518-2221 Disque Aids (12h às 18h)
-2263-7267/2263-5668 DNER (Geral)
-2589-0066 FEEMA (10h às 16:30h)
-2503-2280/2503-2281 Fiscalização Sanitária (8h às 17h)
-2254-2100 Fiscalização Sanitária (17h às 6h) dias úteis
-2588-9494 Supervia (Trens Urbanos)
-2240-0483/2262-4141 Grupo de Apoio à Vida (7h às 22h)
-2518-3993 Grupo pela VIDA (9h às 20h)
-0800-618080 IBAMA
-0800-780191 INSS (7h às 19h) - PREVFONE
-2293-8096 Inst. Felix Pacheco (IFP) (9h às 16h)
-2503-2000 Ligue Educação (9h às 17h)
-0800-210196 Luz e Força (DISQUE LIGHT)
-2483-5357 Metrô (Serviço de Atendimento ao Cliente)
-2533-5015 Narcóticos Anônimos
-2233-0220 Neuróticos Anônimos
-1512 Procon
-2587-6444/2587-6464 Programa Rio Transplante (Informações)
-2587-6111 Programa Rio Transplante (Notificação de Morte Encefálica)
-0800-780300 Receita Federal (10h às 16h)
-2542-8080 RioTur (9h às 18h)
-2291-5151 Rodoviária Novo Rio
-2589-1234 Teleburaco (9h às 17h)
-0800-5700100 Telegrama Fonado
-2232-4398 Telejardim (9h às 16h)
-2295-2121/2295-2295 Hospital Rocha Maia (Botafogo)
-2274-2121/2274-6050 Hospital Municipal Miguel Couto (Gávea)
-2287-2322 Hospital de Ipanema (Ipanema)
-2294-5582 Hospital da Lagoa (Jardim Botânico)
-2221-2121/2296-4114 Hospital Municipal Souza Aguiar (Centro)
-2291-3131 Hospital dos Servidores do Estado (Centro)
-2268-4412 Hospital do Andaraí (Andaraí)
-2560-6882 Hospital Geral de Bonsucesso (Bonsucesso)
-2260-9322/2260-4388 Centro de Prom. Social Abrigo Cristo Redentor (Bonsucesso)
-2564-2010 Hospital Universitário da UFRJ (Ilha do Fundão)
-3396-0123 Hospital Municipal Paulino Werneck (Ilha do Governador)
-2462-1630 Hospital N.Sra do Loreto (Ilha do Governador)
-2568-7722 Policlínica Piquet Carneiro (Mangueira)
-2501-0112/2501-2121 Hospital Municipal Salgado Filho (Meier)
-2560-7772/2590-1042 Hospital Estadual Getúlio Vargas (Penha)
-2289-0349/2597-1132 Hospital de Piedade (Piedade)
-3372-6820/3372-6600 Hospital Carmela Dutra (Rocha Miranda)
-2568-9760/2569-5925 Hospital Univ.Gaffrée Guinle (Tijuca)
-2587-6100 Hospital Universitário Pedro Ernesto (Vila Isabel)
-2431-1818 Hospital Municipal Lourenço Jorge (Barra da Tijuca)
-3394-0123 Hospital Estadual Rocha Faria (Campo Grande)
-2445-0279 Hospital Raphael Paula Souza (Curicica) -2425-2255 Hospital Geral Cardoso Fontes (Jacarepaguá)
-3390-0123 Hospital Estadual Carlos Chagas (Marechal Hermes)
-3331-0123 Hospital Estadual Albert Schweitzer (Realengo)
-3395-0123 Hospital Estadual Pedro II (Santa Cruz)
-2457-4911 Policlínica Guarnição da Vila Militar (Vila Militar)
-2542-3049 Instituto Psiquiátrico Philipe Pinel - Psiquiatria (Botafogo)
-2217-4110 Hospital do Câncer - Oncologia - Instituto Nacional do Câncer (Centro)
-2297-7772 Instituto Nacional de Traumato-Ortopedia - Ortopedia (Centro)
-2597-4242/2269-2121 Centro Psiquiátrico Pedro II - Psiquiatria (Engenho de Dentro)
-2423-3138 Instituto Estadual de Dermatologia Sanitária - Dermatologia (Jacarepaguá) - antigo Hospital Estadual Colônia Curupaiti (Hanseníase)
-2285-3344 Hospital de Cardiologia de Laranjeiras - cardiologia (Laranjeiras)
-2577-4242 Hospital Luiza Gomes de Lemoss - Oncologia - Instituto Nacional do Câncer (Vila Isabel)
-2221-7577 Instituto de Ginecologia da UFRJ - Ginecologia (Centro)
-2507-6001 Hospital Maternidade da Praça XV - Maternidade (Centro)
-2597-3552 Hospital Maternidade Carmela Dutra - Maternidade (Lins de Vasconcelos)
-2450-2580/2450-2062 Hospital e Maternidade Alexander Fleming - Maternidade (Marechal Hermes)
-2445-0279 Maternidade Leila Diniz - Maternidade (Jacarepaguá)
-2285-7935 Maternidade Escola UFRJ - Maternidade (Laranjeiras)
-2553-0052 Instituto Fernandes Figueira - Maternidade (Flamengo)
-2580-8343 Instituto Municipal da Mulher Fernando Magalhães - Maternidade (São Cristóvão)
-3390-0180 Unidade Integrada de Saúde Herculano Pinheiro - Maternidade (Madureira)
-2590-4742/2590-4290 Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira UFRJ - Pediatria (Ilha do Fundão)
-2273-1127 Hospital Municipal Salles Neto - Pediatria (Rio Comprido)
-2569-4088 Hospital Municipal Jesus - Pediatria (Vila Isabel)
-2286-7272 Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro - Cardiologia (Humaitá)
-2221-7577 Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia Luiz Capriglione - Endocrinologia (Centro)
-2290-1943/2598-4242 Hospital Evandro Chagas - FIOCRUZ - Doenças Infecto-Contagiosas (Manguinhos)
-2580-0868 Instituto de Infectologia São Sebastião - Doenças Infecto-Contagiosas (Caju)
-2568-9122 Hospital Municipal Barata Ribeiro - Ortopedia (Mangueira)
-2580-2773 Hospital Estadual Anchieta - Ortopedia (Caju)
-2516-1404 Hospital de Oncologia - Oncologia - Instituto Nacional do Câncer (Santo Cristo)
-2242-6080 Instituto Estadual de Hematologia Arthur de Siqueira Cavalcanti - Hematologia (Centro)
-2568-0354 Instituto Municipal de Medicina Física Oscar Clarck - Medicina Física (Maracanã)
-2232-0530 Instituto Estadual de Radiologia Manuel de Abreu - Radiologia (Centro)
-2446-4455 Hospital Estadual Santa Maria - Tisiologia e Pneumologia (Jacarepaguá)
-2446-5177 Colônia Juliano Moreira - Psiquiatria (Taquara)
-2295-2549 Instituto de Psiquiatria UFRJ - Psiquiatria (Botafogo)
-2295-6282 Instituto de Neurologia Deolindo Couto - Neurologia (Botafogo)
-2569-7929 Instituto de Geriatria e Gerontologia Miguel Pedro - Geriatria (Vila Isabel)
-2254-2100 Instituto Municipal de Medicina Veterinária Jorge Vaitsman - Veterinária (Mangueira)

Encontre aqui o que procura.

Pesquisa personalizada

quarta-feira, 28 de julho de 2010

O pardal e a águia

O sol anunciava o final de mais um dia e lá, entre as árvores, estava Andala, um pardal que não se cansava de observar Yan, a grande águia.
Seu vôo preciso, perfeito, enchia seus olhos de admiração.
Sentia vontade em voar como a águia, mas não sabia como o fazer.
Sentia vontade em ser forte como a águia, mas não conseguia assim ser.
Todavia, não cansava de segui-la por entre as árvores só para vislumbrar tamanha beleza...
Um dia estava a voar por entre a mata a observar o vôo de Yan, e de repente a águia sumiu da sua visão.
Voou mais rápido para reencontrá-la, mas a águia havia desaparecido.


Foi quando levou um enorme susto: deparou de uma forma muito repentina com a grande águia a sua frente.
Tentou conter o seu vôo, mas foi impossível, acabou batendo de frente com o belo pássaro.

Caiu desnorteado no chão e quando voltou a si, pode ver aquele pássaro imenso bem ao seu lado observando-o.
Sentiu um calafrio no peito, suas asas ficaram arrepiadas e pôs-se em posição de luta.

A águia em sua quietude apenas o olhava calma e mansamente, e com uma expressão séria, perguntou-lhe:

por que estás a me vigiar, Andala?
Quero ser uma águia como tu, Yan.

Mas, meu vôo é baixo, pois minhas asas são curtas e vislumbro pouco por não conseguir ultrapassar meus limites.

E como te sentes amigo sem poder desfrutar, usufruir de tudo aquilo que está além do que podes alcançar com tuas pequenas asas?
Sinto tristeza. Uma profunda tristeza. A vontade é muito grande de realizar este sonho... - O pardal suspirou olhando para o chão... E disse:

Todos os dias acordo muito cedo para vê-la voar e caçar.
És tão única, tão bela.

Passo o dia a observar-te. E não voas? Ficas o tempo inteiro a me observar? Indagou Yan.

Sim. A grande verdade é que gostaria de voar como tu voas... Mas as tuas alturas são demasiadas para mim e creio não ter forças para suportar os mesmos ventos que, com graça e experiência, tu cortas harmoniosamente...
Andala, bem sabes que a natureza de cada um de nós é diferente, e isto não quer dizer que nunca poderás voar como uma águia.
Sê firme em teu propósito e deixa que a águia que vive em ti possa dar rumos diferentes aos teus instintos.

Se abrires apenas uma fresta para que esta águia que está em ti possa te guiar, esta dar-te-á a possibilidade de vires a voar tão alto como eu.
Acredita! - E assim, a águia preparou-se para levantar vôo, mas voltou-se novamente ao pequeno pássaro que a ouvia atentamente:
Andala, apenas mais uma coisa: Não poderás voar como uma águia, se não treinares incansavelmente por todos os dias.

O treino é o que dá conhecimento, fortalecimento e compreensão para que possas dar realidade aos teus sonhos.
Se não pões em prática a tua vontade, teu sonho sempre será apenas um sonho.

Esta realidade é apenas para aqueles que não temem quebrar limites, crenças, conhecendo o que deve ser realmente conhecido.

É para aqueles que acreditam serem livres, e quando trazes a liberdade em teu
coração poderás adquirir as formas que desejares, pois já não estarás apegado a nenhuma delas, serás livre!
Um pardal poderá, sempre, transformar-se numa águia, se esta for sua vontade.
Confia em ti e voa, entrega tuas asas aos ventos e aprende o equilíbrio com eles.
Tudo é possível para aqueles que compreenderam que são seres livres, basta apenas acreditar, basta apenas confiar na tua capacidade em aprender e ser feliz com tua escolha!

Fonte: internet.
LER TODO O ARTIGO...

terça-feira, 27 de julho de 2010

Os Pessimistas

Certa vez, um poderoso rei, para comemorar o aniversário de seu amado filho, resolveu fazer uma grande festa para todos os seus súditos. Entre as muitas atrações do evento, havia um desafio que a todos interessou: era "a escalada ao poste". No alto de um gigantesco mastro havia uma cesta repleta de ouro e de comida. Aquele que conseguisse alcançar o topo daquele poste poderia se deliciar com a comida e pegar para si todo o ouro. Muitos dos que estavam presentes, pretendiam participar daquele desafio. Quando o rei autorizou, foi dado início à prova.

O primeiro a participar foi um rapaz alto e forte. Ele tomou uma distância curtíssima e começou a subir no poste. Não chegara nem à metade, quando, cansado e irritado, desistiu. Enquanto descia, dizia que o poste era alto demais e que não havia nenhuma possibilidade de que alguém alcançasse o prêmio.
Blasfemava baixinho para que seus queixumes não fossem ouvidos pelo rei, mas sugeriu àqueles que se aproximavam dele que não tentassem, a fim de que o rei se visse obrigado a diminuir o tamanho do mastro. Alguns súditos, influenciados pelas palavras do jovem, sentiram-se decepcionados com o rei e foram embora cabisbaixos e choramingando. Outros proferiram contra o rei palavras de desapontamento.
De repente, porém, do meio da multidão surgiu um garotinho muito magro e de aparência franzina. Tomou distância, aproveitando o tumulto criado pelo jovem rapaz que o antecedera, e, correndo como o vento, iniciou sua subida no mastro. Na primeira tentativa não teve êxito. Quando se preparava para tentar novamente, as pessoas ao redor gritavam: "desista! Desista!". Mesmo assim ele persistiu. Parecia mais convicto do que da primeira vez. Afastou-se e, com energia, agarrava-se ao mastro, ganhando altura com muito empenho. Minutos depois, após ter realizado indescritível esforço, o garoto, diante do olhar admirado de todos, atingiu o topo e a cesta repleta de ouro e comida. Alguns o aplaudiram; outros, incrédulos, comentavam a proeza.
O rei, admirado pela determinação do vencedor, imediatamente foi procurar o pai do garoto para buscar uma explicação sobre o ocorrido.
"Meu senhor, como pôde esse menino, tão pequeno e fraco, alcançar um objetivo tão difícil, enquanto todos o instigavam a desistir?" - questionou curioso o soberano.
Sorrindo, com o filho nos braços, o pai esclareceu: "duas coisas motivaram o meu filho a agir da forma como agiu: a primeira é a fome, porque há dias o pobre não come nada. E a segunda é porque ele é surdo, e não ouviu nenhuma das palavras desencorajadoras que lhe foram dirigidas."
->> Muitas são as razões que podem nos motivar a buscar nossos objetivos. Algumas delas são nobres e dignas, outras emergenciais e até mesmo casuais. Em verdade, o mais importante é que tenhamos metas definidas e firme disposição para persistir sempre. Distinguir as palavras de orientação das palavras de desestímulo nem sempre é tarefa fácil.
Usemos, portanto, o bom senso e o discernimento para saber insistir no que realmente vale a pena, sem nos deixar acovardar pelos discursos pessimistas!!!

Tenha um ótimo e produtivo dia!
Um abraço!
LER TODO O ARTIGO...

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Dez Maneiras de Amar a Nós Mesmos

Recebi esse texto da minha amiga Mônica Anjos, uma pessoa muito querida e especial nessa minha caminhada. Mônica querida muito obrigada pelo lindo e profundo texto!!! Te Amo!!!
Ass:Cartei

1 - Disciplinar os próprios impulsos.
2 - Trabalhar, cada dia,
produzindo o melhor que pudermos.
3 - Atender aos bons conselhos que traçamos para os outros.
4 - Aceitar sem revolta a crítica e a reprovação.
5 - Esquecer as faltas alheias sem desculpar as nossas.
6 - Evitar as conversações inúteis.
7 - Receber o sofrimento o processo de nossa educação.
8 - Calar diante da ofensa, retribuindo o mal com o bem.
9 - Ajudar a todos, sem exigir qualquer pagamento de gratidão.
10 - Repetir as lições edificantes, tantas vezes quantas se fizerem
necessárias, perseverando no aperfeiçoamento de nós mesmos sem desanimar
e
colocando-nos a serviço do Divino Mestre, hoje e sempre.

André Luiz
LER TODO O ARTIGO...

terça-feira, 20 de julho de 2010

20 de Julho, Dia do Amigo.


BONS AMIGOS

Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir.
Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.
Amigo a gente sente!
Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.
Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende.
Amigo a gente entende!
Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar.
Porque amigo sofre e chora.
Amigo não tem hora pra consolar!
Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade.
Porque amigo é a direção.
Amigo é a base quando falta o chão!
Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros.
Porque amigos são herdeiros da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade!
Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho,
Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!

Machado de Assis

Um Feliz Dia do Amigo para todos!!!
LER TODO O ARTIGO...

Dia do Amigo


Homenagem aos astronautas que pisaram na Lua

No dia 20 de julho comemora-se o dia do amigo, uma pessoa que não tem laços consanguíneos, mas que é tão dedicado e prestativo quanto às pessoas da família.
A ideia de criação da data surgiu do dentista e professor argentino Enrique Ernesto Febbraro, pois o mesmo analisava que a partir da chegada do homem à lua, o mundo não teria mais fronteiras, deixando de existir as barreiras nos relacionamentos entre as nações, independente da raça, da ideologia ou da religião.
A amizade é conceituada como “sentimento de afeição recíproca, de simpatia e solidariedade, de perfeito entendimento entre grupos de pessoas. É um relacionamento social que gera concordância de sentimentos, posição de respeito ao outro, mesmo tendo opiniões diferentes.”
Na data, Enrique promoveu uma grande festa na capital Argentina, dedicando-a aos amigos. O evento foi um sucesso e a comemoração passou a ser adotada por outras pessoas, se difundindo por todo o mundo. A oficialização da data aconteceu com o decreto nº 235/79.
Em razão da comemoração e criação da data, Enrique Febbraro foi homenageado, recebendo duas indicações ao prêmio Nobel da Paz.
O Brasil adotou a data rapidamente, pois a população de nosso país é acolhedora, simpática e calorosa. Faz parte do perfil do povo brasileiro ser hospitaleiro e fazer muitas amizades.
Mas ser amigo não é somente conhecer e conviver à distância. A verdadeira amizade requer muito mais dessa relação.
Amigo é aquele que estende a mão quando precisamos, que faz críticas construtivas para que possamos crescer enquanto pessoas, que sofre com nossas angústias e com nossos problemas, mas está sempre do lado, dando forças e incentivando-nos a lutar, a não desistir dos nossos sonhos.
Durante a vida, podemos encontrar vários tipos de amigos, amigos para rir, amigos para desabafar, amigos para viajar, amigos para sonhar. Mas também existem aqueles que vêm com as brincadeiras: amigo secreto, no natal; amigolat, na páscoa; ou simplesmente amigo, no dia do amigo.
Precisamos ter cuidado mesmo com os chamados amigo “da onça”, aqueles que se fazem de amigos, mas que não o são, enganando os outros com sentimentos falsos, inveja e intriga. Esse “personagem foi criado pelo cartunista pernambucano Péricles de Andrade Maranhão, em 1943”, colocando seus companheiros em embaraçosas situações.
LER TODO O ARTIGO...

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Faça o testa e calcule seu nível de preocupação



Leia as questões abaixo e responda
1 para nunca,
2 para às vezes e
3 para frequentemente.
Some os pontos e confira o resultado

1) Toca o telefone e o primeiro pensamento que lhe vem à cabeça é de que lá vem uma péssima notícia
2) A hora de deitar é um problema por causa da sua dificuldade para pegar no sono
3) Há cerca de seis meses você tem sentido palpitações cardíacas
4) Sente dores musculares
5) A concentração tem se tornado difícil
6) A viagem de férias está planejada, mas você teme não conseguir pagar as contas
7) Foi anunciado que haverá corte na empresa e você, mesmo sem nenhum sinal da chefi a, tem certeza de que será demitido

Apreensivo ou sossegado?
Confira em que time você joga

Abaixo de 14 pontos: baixa
Você leva a vida numa boa. Sabe que um pouco de adrenalina faz muito bem e gera um nível de preocupação saudável. Esse hormônio tem, de fato, uma função adaptativa, ou seja, melhora a nossa performance. Nesse estágio, a apreensão é o que dá energia para levarmos um dia a dia normal e criativo. É o que nos força a estudar até mais tarde para a prova e a criar estratégias para um desenlace positivo.

Acima de 14 pontos: alta
Opa, entrar em parafuso assim pode comprometer sua saúde. E nem ajuda a resolver os problemas. Refl ita sobre uma coisa: ansiedade não é sinônimo de ser responsável. Veja como lidar melhor com a situação nesta reportagem e, se achar necessário, fale com um especialista a respeito.

Fonte: revistasaude.com.br
LER TODO O ARTIGO...

Cachorro também tem problema de pele, sabia?


Para coçar, basta começar. Muitos cães sabem muito bem o significado dessa expressão. Não à toa. Os problemas dermatológicos são um dos principais motivos que levam a cachorrada ao consultório do veterinário. E a sarna é disparado a campeã da coceira sem fim. Ela se manifesta de duas maneiras, cada uma delas com um nome mais esquisito do que o outro: escabiose e demodécica. Na verdade, a única diferença entre elas é o fato de a demodécica ser transmitida apenas da mãe para os filhotes nas primeiras horas de vida, aproveitando a baixa imunidade do animal recém-nascido para dar as caras.

De resto, todo esse coça-coça tem uma gênese comum: as fêmeas dos ácaros causadores da sarna. Invisíveis a olho nu, essas malfeitoras microscópicas se acasalam e, em seguida, abrem túneis na pele do bicho para depositar seus ovos. Durante a escavação, elas liberam uma substância chamada escabina, que desencadeia o prurido. “No tratamento da sarna, são usados xampus e sabonetes específicos contra esse tipo de parasita”, diz a veterinária Valéria Régia Franco Souza, da Universidade Federal de Mato Grosso.
Nessa coceira toda, as diminutas pulgas também têm culpa no cartório. Quando picam o animal, sua saliva provoca uma reação que, por sua vez, deflagra um quadro caracterizado por comichão, vermelhidão e feridas. É a chamada dermatose alérgica, ou atopia. Novamente xampu e sabonetes, bem indicados, dão cabo da situação.
Além das pulgas, substâncias presentes em alguns produtos de limpeza doméstica podem despertar uma irritação na pele do seu pet. Aí, o conselho é evitar exageros na hora de usá-los e enxaguar o ambiente com bastante água. E finalmente, assim como os seres humanos, existem cachorros que ficam empipocados ao devorar determinados alimentos — rações, para sermos mais específicos. “Corantes artificiais e fontes de proteína, como carne vermelha e frango, geralmente estão por trás desses problemas de pele”, revela a veterinária Ana Cláudia Balda, professora das Faculdades Metropolitanas Unidas, em São Paulo. Por sorte, hoje é possível realizar exames que identificam a substância responsável pela amolação. Resultado em mãos, basta ficar atento para que o cão não tenha contato com a razão do tormento.
As infecções causadas por bactérias são um caso à parte. Secundárias na maioria das vezes, elas acometem os animais com a epiderme já fragilizada. Assim, ao se coçar, o cachorro se machuca. Abrese, então, uma brecha para que certos germes que vivem ali em equilíbrio se multipliquem além da conta. É o caso dos estafilococos. “Eles chegam aos folículos pilosos e causam lesões que coçam, contribuindo para falhas na pelagem”, diz Ana Claudia. Para debelar a bagunça microbiana, são receitados antibióticos para a coceira não pintar mais no pedaço, ou melhor, na pele do animal.


Fonte: revistasaude.com.br
LER TODO O ARTIGO...

Você já ouviu falar em ATM?

Existem problemas de saúde que andam cercados de mistérios e mal-entendidos. A começar pelo nome. Há pessoas por aí que sofrem com dores nos maxilares e atribuem a desdita a uma doença chamada ATM. Vamos desfazer a primeira confusão. Essa sigla, ou melhor, a articulação temporomandibular a que ela faz referência, todo mundo tem. Se ela ou os músculos que a circundam estão em crise, aí, sim, há o que se chama de disfunção temporomandibular, a DTM.

Há mais de um tipo de DTM por trás de dores, dificuldades para mastigar ou falar, além de ruídos ou estalos ao abrir e fechar a boca. Um estudo liderado pela dentista Daniela Godói Gonçalves, da Universidade Estadual Paulista, em Araraquara, no interior de São Paulo, aponta que até 40% da população se queixa de um sintoma que remeta à sigla dolorosa. “Ela afeta principalmente quem tem entre 20 e 40 anos e duas vezes mais as mulheres”, observa Daniela. “Em quase 70% dos casos o problema nem está na articulação em si, mas na musculatura ligada a ela”, estima o dentista Antonio Sérgio Guimarães, da Universidade Federal de São Paulo.
O transtorno não apresenta causa específica, mas se acredita que, somados a uma propensão a ele, fatores como o estresse do dia a dia acionam a engrenagem da dor. Por essas e outras, flagrar a DTM e sua origem nem sempre é tarefa fácil. Para tornar o diagnóstico mais certeiro, uma saída é congregar exames, como demonstra um trabalho recente da fonoaudióloga Cláudia Ferreira, da Universidade de São Paulo, em Ribeirão Preto, no interior do estado. “Juntamos um questionário preenchido pelo paciente a uma avaliação das funções dos músculos da mandíbula e uma técnica chamada eletromiografia”, conta Cláudia. É a combinação de tudo isso que garante uma boa investigação.
O questionário revela o grau dos sintomas e o momento em que eles eclodem. “Já no que chamamos de avaliação miofuncional, pedimos para o paciente mastigar uma bolacha para analisar o trabalho da musculatura local”, exemplifica. A eletromiografia, por sua vez, se vale de eletrodos colados à têmpora e às bochechas para checar as contrações musculares. “Com esses dados conseguimos não só detectar o problema mas também monitorar melhor a resposta ao tratamento”, avalia Cláudia.


As disfunções da mandíbula costumam trazer dor de cabeça. No sentido figurado: não é raro perambular entre médicos e dentistas atrás do motivo das aflições. E no sentido literal. “A DTM pode causar dores de cabeça secundárias ou agravar enxaquecas já existentes”, acusa Daniela. Não à toa, há quem se entupa de analgésicos, negligenciando, sem querer, o foco do desconforto. Embora o adulto seja seu alvo, a DTM também é capaz de atormentar crianças e adolescentes. Os estudos a respeito são divergentes, até porque, nessa fase da vida, os sinais do problema são mais leves e difíceis de ser detectados. “Relatos mostram que os sintomas da disfunção são raros na época dos dentes de leite, enquanto outros indicam uma prevalência de 16%. De qualquer maneira, o número aumenta na adolescência”, pontua a dentista Maria Beatriz Gavião, da Faculdade de Odontologia de Piracicaba, no interior paulista.

CALA-TE, DOR
Apesar de complexa e rodeada de confusões, a DTM pode ser contra-atacada. Muitas vezes o tratamento exige não apenas o dentista, mas fonoaudiólogos, fisioterapeutas... Para nossa sorte, as armas que enfrentam o transtorno estão cada vez mais afiadas. Se o ultrassom já rendia bons resultados, o raio laser de baixa potência, ainda novo nessa área, não decepciona. O aval para as duas tecnologias vem de uma pesquisa recém-concluída na USP de Ribeirão Preto pela dentista Thaíse Carrasco.
“O ultrassom promove um calor profundo na região, estimulando a dilatação dos vasos e diminuindo a inflamação local”, explica Thaíse. “O laser também surte efeito anti-inflamatório e incentiva a liberação de substâncias que aliviam a dor”, completa. No trabalho com 30 voluntários, a especialista provou que as técnicas empatam em termos de eficiência. “Elas são, contudo, terapias de apoio, ou seja, não dispensam atacar as causas do problema”, lembra.
Em muitos casos, só uma investigação minuciosa aliada a mudanças comportamentais desarticula a DTM. “É preciso saber se o paciente range os dentes à noite ou os aperta durante o dia por causa da tensão”, exemplifica o dentista André Felipe Abrão, do Centro de Estudos, Treinamento e Aperfeiçoamento em Odontologia, na capital paulista. Só assim dá para traçar um plano de ação contra o suplício. A participação do paciente, aliás, é essencial. “Ele precisa aprender o que é ruim para a sua condição e corrigir os erros”, diz Guimarães. Nessas horas, fugir do estresse, que repercute na musculatura da ATM, já é mais do que um bom começo.

Fonte: revistasaude.com.br
LER TODO O ARTIGO...

Jovens e o celular.

O celular do seu filho toca de madrugada? Ele se recusa a viajar para lugares fora da área de cobertura da operadora? As queixas sobre o uso do telefone na escola se repetem? É impossível travar uma conversa com ele sem que o aparelho os interrompa? Se as respostas forem afirmativas, então já passou da hora de negociar alguns limites com o moço ou com a moça. E não apenas em função da conta estratosférica no final do mês: o uso excessivo do celular prejudica, sim, a saúde dos adolescentes.
“A privação do sono é o que pode causar mais estragos”, avisa Maurício de Souza Lima, hebiatra do Instituto da Criança de São Paulo. “Além de distração nas aulas do dia seguinte e mau desempenho nas provas, as noites maldormidas comprometem a produção do hormônio do crescimento (o chamado GH), que é responsável pelo estirão puberal, aquela esticada típica da adolescência”, diz o médico.


Mal sabe a turma do celular que não cumprir de oito a nove horas de sono contribupara alterar a produção de outros hormônios, caso da leptina, um importante regulador da saciedade. Se sua produção cai, o apetite pode aumentar e o menino ou a menina vão engordar com mais facilidade. A partir daí, as consequências de não pregar os olhos só pioram: eleva-se o risco de desenvolvimento de diabete no futuro. A falta de repouso noturno também favorece a hipertensão e o aumento dos níveis de gorduras no sangue, como os triglicérides. Sem contar que enviar mensagens de texto, conversar ou namorar pelo telefone na calada da noite torpedeiam em cheio o sistema de defesa do público teen. “Há uma queda imunológica e a garotada fica mais vulnerável a gripes, resfriados e infecções em geral”, explica Souza Lima.
Como se tudo isso fosse pouco, exageros da portabilidade abalam ainda as emoções. É que o jovem com uma expectativa permanente em torno das chamadas SMS e afins sofre um enorme desgaste psicológico. “Com o tempo, esse estado de alerta constante pode se transformar em crise de ansiedade ou até em depressão”, atenta a psicóloga Patrícia Gimenez, coordenadora do Núcleo Adolescência e Escolha da Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica. Ela acrescenta: “Às vezes acontece de o hábito de ligar ou mandar torpedos para os amigos virar dependência e, no caso, a situação se equipara ao vício provocado pelo álcool, exigindo apoio profissional”.
Por fim, há o perigo do chamado sexting, um trocadilho com o termo texting, usado para definir a troca de mensagens de texto por celulares. “Se uma menina manda fotos ou vídeos eróticos dela para um namorado e depois isso vaza para a rede, o trauma costuma ser irreparável”, enfatiza Patrícia. E isso, infelizmente, não é tão raro.
É lógico que o uso do aparelho tem seu lado bom. Ele permite, por exemplo, que um jovem apaixonado possa vencer a timidez com mais facilidade, dá segurança aos pais na hora de deixar os filhos saírem à noite e permite que o adolescente se comunique com os adultos sem constrangimentos quando está com os amigos — só para citar alguns aspectos positivos. “Mas é fundamental que a moçada suspenda seu uso durante o período de sono ou de aula, aprenda a discernir os momentos em que deve ou não interromper uma conversa para atender ao telefone e consiga, ao menos de vez em quando, esquivar-se do assédio dos colegas para ter um tempo só seu”, recomenda a psicóloga. Com o aparelho, de preferência, desligado.


 Fonte: revista saude.com.br
LER TODO O ARTIGO...

Alergias

descriçao

É o conjunto de sintomas causados pela resposta imune diante de substâncias que não produzem esse tipo de reação na maioria das pessoas. Abrange uma extensa série de quadros, dependendo de as substâncias serem alimentos, pólen, descamações da pele de animais ou drogas.

causas
A hipersensibilidade do sistema imunológico gera respostas excessivas diante da presença de substâncias inofensivas _denominadas alérgenos _ que, via de regra, não produzem nenhuma reação na maioria das pessoas. A primeira exposição ao alérgeno produz uma resposta imunológica leve, que sensibiliza o sistema para essa substância específica. A segunda exposição ao alérgeno dá origem a uma série de sintomas que vão depender do tipo de substância, do lugar do organismo exposto ao mesmo e das características da resposta imunológica. Quando o alérgeno entra no corpo de uma pessoa cujo sistema imunológico está sensibilizado, ocorre a produção de anticorpos e são liberadas a histamina e outras substâncias químicas diretamente responsáveis pelos sintomas. Além dos alérgenos comuns (pólen, poeira, bolor, etc), os cosméticos, as jóias, as mordidas de insetos e quase qualquer substância que entre em contato com o corpo podem ser responsáveis pela reação alérgica. Entretanto, certos estímulos físicos, como o frio, o calor, a luz solar ou o atrito, podem provocar os sintomas.

sintomas
Os tecidos afetados podem apresentar inchaço, prurido, produção de muco, espasmos musculares, urticária ou outro tipo de erupções. A característica particular de cada quadro dependerá da região do corpo exposta ao alérgeno. Quando entra com o ar inspirado, produzirá congestão nasal, aumento do muco, sensação de coceira no nariz, nos olhos e na garganta, tosse, espirros, lacrimejamento e dificuldade para respirar. Quando o alérgeno chega pelos alimentos, o paciente será acometido por dores e cãibras abdominais, numa primeira fase. Quando o alérgeno entra no fluxo sanguíneo, depois de ser absorvido no intestino delgado, podem ocorrer vermelhidão da pele, urticária, vômitos, diarréia e dor de cabeça.

diagnosticos
Antes de tudo, é importante analisar o panorama do quadro alérgico: o momento no qual os sintomas ocorrem (horário, estação do ano), as possíveis mudanças na dieta, a presença de animais de estimação em casa, etc. Em certos casos, é necessário confirmar a presença de uma reação alérgica, determinando _ com uma análise de sangue _ a concentração de imunoglobulina E e os níveis do complemento (os dois encontram-se aumentados nas reações alérgicas). Também podem ser feitos os testes correspondentes para identificar o alérgeno que está produzindo a reação: a inoculação intradérmica, a instilação na conjuntiva do olho ou outra técnica adequada.


tratamentos
Procura-se aliviar os sintomas das reações alérgicas em desenvolvimento e evitar o aparecimento de novas reações. Os corticóides diminuem a resposta imunológica e aliviam os sintomas. A epinefrina reduz a inflamação das vias aéreas e a difenidramina (um anti-histamínico) alivia os sintomas. Para evitar a recidiva das reações alérgicas, é indispensável impedir o consumo ou o contato com a substância que as produz. Também existem tratamentos para eliminar a sensibilidade, baseados em inoculações regulares de quantidades crescentes do alérgeno.


Fonte: www.saude.com.br
LER TODO O ARTIGO...

O mau hálito tem cura?


De acordo com Dr. Penteado, quem tem mau hálito sofre de halitose. Ele explica que as causas desta doença podem ser digestivas ou não, e existem dois tipos: a real e a irreal ou psicogênica. A halitose real vem de causas orgânicas como as digestivas, bucais, pulmonares ou da rinite, faringite e sinusite. No caso da irreal ou psicogênica as causas são imaginárias. "O paciente acha que tem mau hálito devido aos comentários que ouviu de outras pessoas. Um exemplo típico é quando uma esposa ciumenta fala para o marido que ele tem mau hálito com o intuito de afastá-lo de outras mulheres e o indivíduo acaba acreditando. A halitose traz um problema de convívio social e até separações de casais", declara Dr. Penteado.
Segundo o médico, a língua é a grande vilã do mau hálito. Ele afirma que o correto é tratá-la como higiene e não como profilaxia da halitose. O especialista fala ainda sobre a dificuldade das pessoas em comentar o assunto: "Geralmente o marido não diz para mulher que ela tem mau hálito e vice-versa. Tudo acaba se complicando porque fica cada vez mais difícil descobrirmos se temos ou não mau hálito. Nosso olfato é bem primitivo e nos acostumamos com o cheiro. Às vezes, as crianças, por serem mais sinceras, dizem a verdade e só assim percebemos e procuramos algum auxílio".
Para diagnosticar melhor a halitose o especialista indica um exame realizado com o aparelho Hallimeter . Segundo o médico, é possível descobrir se a pessoa tem mau hálito ou não, e também quantificá-lo. Dr. Penteado afirma que no Brasil existem apenas 5 aparelhos como este, sendo que dois estão em sua clínica. O tratamento completo da halitose inclui o exame e consultas com dentista, nutricionista, otorrinolaringologista, clínico geral e psicólogo.
O Dr. Penteado explica que após o paciente passar pelo exame e pelas consultas com os especialistas, é feito um relatório onde se indica o tratamento adequado para cada caso. De acordo com o médico, o percentual de cura é muito grande e novas tecnologias já estão chegando para atender o pequeno número de pacientes que não conseguem um resultado satisfatório durante o tratamento. Dr. Penteado diz que o grande obstáculo é o financeiro, porque nenhum convênio cobre o tratamento da halitose e muitas pessoas não podem pagar por um serviço especializado.


Fonte: www.saude.com.br
LER TODO O ARTIGO...

Inverno: Na época fria do ano o couro cabeludo pede a atenção.

Com a chegada do inverno, no dia 21 de junho, as doenças do couro cabeludo costumam se agravar. Cada vez mais frequentes, as caspas, a queda dos fios e a coceira são alguns dos problemas que insistem em incomodar. Por isso, os cuidados precisam ser redobrados.

A dermatite seborreica, a temida caspa, é uma das doenças mais comuns na temporada. Ela acomete de 2% a 5% da população, sendo frequente no sexo masculino. Pode ser mais intensa nos recém-nascidos e a partir da adolescência. O médico Gilvan Alves, presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia, afirma que o problema é comum na adolescência devido a alterações hormonais. "Nessa fase, as glândulas sebáceas estão em maior atividade", comenta.
A caspa tem caráter crônico, com tendência a períodos de melhora ou piora. "No inverno, a queda da temperatura e a baixa umidade deixam a pele mais suscetível a irritações e inflamações", afirma o especialista. O estresse e o cansaço ligados ao ritmo de vida acelerado também podem ser os fatores desencadeadores da patologia. "Por se tratar de uma doença crônica, é importante o uso de medicamentos, como xampus apropriados", explica o dermatologista.
Fios em Queda - A queda de cabelo afeta um grande número de pessoas e pode trazer consequências biopsicossociais. "A alopecia decorre da alteração no folículo piloso. Se essa alteração não destrói a matriz capilar, os fios voltam a crescer naturalmente. Caso contrário, pode resultar na formação de feridas e acarretar uma perda permanente", alerta.
Na estação mais fria, a psoríase e a dermatite atópica podem surgir no couro cabeludo e em outras partes do corpo. Vale destacar que o diagnóstico das doenças é feito sempre por um dermatologista, que irá prescrever o melhor tratamento para cada caso.
Dicas para Prevenir as Doenças do Couro Cabeludo
- Lave o cabelo com água de morna para fria, com temperatura por volta de 22ºC.
- Não durma com os cabelos molhados ou úmidos.
- Use xampus adequados ao seu tipo de cabelo e condicionador apenas nas pontas.
- Não utilize produtos ou medicamentos sem orientação médica.
- Alimente-se de forma saudável, ingira água em abundância e mantenha sob controle o estresse.
- Procure um dermatologista diante de sintomas no couro cabeludo.

Fonte: www.saude.com.br
LER TODO O ARTIGO...

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Cordão Umbilical

O cordão umbilical é um tubo que liga o organismo da mãe e do bebê. Possui duas artérias e uma veia que levam substâncias que nutrem o organismo do bebê e ainda garantem sua respiração.

O sangue presente no cordão umbilical possui a mesma potencialidade do sangue encontrado na medula óssea, pois é rico em células-tronco maduras que são eficazes no tratamento de doenças como leucemia, linfomas, mielomas, deficiências imunológicas, anemias, doenças do metabolismo, osteoporose e outras.
O cordão umbilical pode chegar a 60 cm de comprimento, o que varia de acordo com cada organismo, se for pequeno demais pode dificultar o parto normal e se for grande demais pode enrolar no corpo do bebê podendo provocar asfixia e enforcamento.
As células-tronco encontradas no cordão umbilical podem ser armazenadas num período maior que 15 anos, se conservadas em nitrogênio a -135ºC. Para retirar as células do cordão umbilical, o sangue presente nesse é colhido no momento do parto por meio de punções que as liberam da veia e então são armazenadas em bolsas térmicas próprias para tal finalidade.
Por poder tratar ainda problemas como o mal de Parkinson, o armazenamento do sangue umbilical e placentário se faz mais importante, pois restaura o organismo. O armazenamento das células tronco pode ocorrer em bancos públicos ou particulares, sendo que os bancos públicos podem utilizar o conteúdo armazenado se houver um indivíduo compatível que necessite, ou seja, o conteúdo não permanece à disposição de quem o armazenou.

Fonte: Mundo Educação
LER TODO O ARTIGO...

O Expressionismo

Obra do movimento expressionista

O expressionismo reporta-se aos vários movimentos de vanguarda do fim do século XIX e início do século XX, cujo interesse não era somente uma exteriorização da obra de arte e sim projetar através dessa uma reflexão individual e subjetiva. Ou seja, uma forma de recriar o mundo, ao invés de apenas compreendê-lo ou moldá-lo conforme aquilo que era exposto aos olhos.

As obras expressionistas tinham a pretensão de romper com as academias de arte e com o impressionismo, movimento artístico anterior a este.
O Expressionismo se diferencia do Realismo por não estar interessado na idealização da realidade, mas em como é compreendida pela pessoa. Porém, possui uma semelhança com o movimento realista, quanto ao fato de ter uma visão “anti-Romantismo” a respeito do mundo.
As características do expressionismo são: o distanciamento da figuratividade; a ilusão da tridimensionalidade; o resgate das obras primitivas e a utilização de cores e traços fortes. Como o interesse do movimento é projetar uma reflexão subjetiva, é comum o retrato de seres humanos solitários e sofredores, onde a intenção é de captar estados mentais, que podem ser vistos em vários quadros de personagens deformados, como o ser humano desesperado sobre uma ponte de O Grito, do norueguês Edvard Munch, um dos representantes do movimento.
O principal precursor do movimento foi o pintor holandês Vicent van Gogh, que empenhou em recriar a beleza do ser humano e da natureza por meio da cor, que para ele consistia no elemento essencial da pintura. O movimento recebeu o nome de expressionismo no ano de 1991.
LER TODO O ARTIGO...

Navegue!!


Navegue, descubra tesouros, mas não os tire do fundo do mar, o lugar deles
é lá.
Admire a lua, sonhe com ela, mas não queira trazê-la para a terra.
Curta o sol, se deixe acariciar por ele, mas lembre-se que o seu calor é
para todos.
Sonhe com as estrelas, apenas sonhe, elas só podem brilhar no céu.
Não tente deter o vento, ele precisa correr por toda parte, ele tem pressa
de chegar sabe-se lá onde.
Não apare a chuva, ela quer cair e molhar muitos rostos, não pode molhar só
o seu.
As lágrimas? Não as seque, elas precisam correr na minha, na sua, em todas
as faces.
O sorriso! Esse você deve segurar, não deixe-o ir embora, agarre-o!
Quem você ama? Guarde dentro de um porta jóias, tranque, perca a chave!
Quem você ama é a maior jóia que você possui, a mais valiosa.
Não importa se a estação do ano muda, se o século vira e se o milênio é
outro, se a idade aumenta; conserve a vontade de viver, não se chega à
parte alguma sem ela.
Abra todas as janelas que encontrar e as portas também.
Persiga um sonho, mas não deixe ele viver sozinho.
Alimente sua alma com amor, cure suas feridas com carinho.
Descubra-se todos os dias, deixe-se levar pelas vontades, mas não
enlouqueça por elas.
Procure, sempre procure o fim de uma história, seja ela qual for.
Dê um sorriso para quem esqueceu como se faz isso.
Acelere seus pensamentos, mas não permita que eles te consumam.
Olhe para o lado, alguém precisa de você.
Abasteça seu coração de fé, não a perca nunca.
Mergulhe de cabeça nos seus desejos e satisfaça-os.
Agonize de dor por um amigo, só saia dessa agonia se conseguir tirá-lo
também.
Procure os seus caminhos, mas não magoe ninguém nessa procura.
Arrependa-se, volte atrás, peça perdão!
Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar
necessário.
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se achá-lo, segure-o!
"Circunda-te de rosas, ama, bebe e cala.
 O mais é nada".

Fernando Pessoa
LER TODO O ARTIGO...

A Estrada

Você não sabe o quanto eu caminhei
Pra chegar até aqui
Percorri milhas e milhas antes de dormir
Eu não cochilei
Os mais belos montes escalei
Nas noites escuras de frio chorei.
Cidade Negra
LER TODO O ARTIGO...

quarta-feira, 7 de julho de 2010

FRASE DO DIA


Um pensamento:
"Um irmão pode não ser um amigo, mas um amigo será sempre um irmão."
Demétrio

Uma frase:
"Nosso caráter é aquilo que fizemos quando achamos que ninguém está olhando."
Michael Stuart Brown

Uma frase de amor:
"O curso do verdadeiro amor jamais flui suavemente."
William Shakespeare

FRASE DO DIA
"Quando uma porta se fecha, outra se abre. Mas, muitas vezes, nós ficamos tanto tempo olhando, tristes, para a porta fechada que nem notamos que se abriu outra para nós."
Alexander Graham Bell
LER TODO O ARTIGO...

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Algumas razões para carregar uma câmera!

LER TODO O ARTIGO...

Para hoje!


"Viajar é trocar a roupa da alma."

(Mário Quintana)
LER TODO O ARTIGO...

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Relógio biológico

O funcionamento do organismo e a duração dos dias e das noites.

O termo “relógio biológico” é designado a qualquer comportamento fisiológico do organismo, seja dos vegetais ou dos animais, com atividade funcional correspondente a ciclos previsíveis.
Esse mecanismo interno do corpo humano determina o controle de vários aspectos, como a temperatura corporal e a liberação de hormônios ou de enzimas digestivas.
Em resposta harmônica ao meio ambiente, o organismo ajusta-se ao chamado ritmo circadiano. Com período de 24 horas condicionado pela luz solar (os dias e as noites), desencadeia reações metabólicas que nos sujeita às situações como: o momento que sentimos fome ou o horário que sentimos sono e até mesmo os períodos de maior disposição ou até de maior tristeza.
Em 1911, o zoólogo austríaco Karl von Frisch (1886-1982) descobriu que todo o processo é regido pela luz ou pela escuridão do ambiente, percebida por alguma parte profunda do cérebro.
Atualmente, os neurologistas têm como certo que o relógio biológico, funciona com princípio a partir da percepção luminosa, captada por 20 mil neurônios, formando um núcleo supraquiasmático (aglomerado de neurônios concisos), localizados na região posterior aos olhos.
Respeitar o ritmo circadiano é essencial para a saúde, o bem-estar e o desempenho físico e mental. Para quem trabalha no período noturno ou atravessa vários fusos horários durante uma viagem de avião, está sujeito não só a desordens do comportamento regular do sono, mas também a disfunções neurológicas, cardiovasculares e endócrinas.

Fonte: Mundo Educação
LER TODO O ARTIGO...

Diário de um cinquentão na academia

Ganhei de presente da minha mulher um vale-training de uma semana de treinamento físico em uma academia perto de casa. Apesar de estar em excelente forma, achei boa a idéia de diminuir a minha "barriguinha". Fiz a reserva com uma personal trainner chamada Nádia, instrutora de musculação e
aeróbica, e modelo de 26 anos.
Me recomendaram levar um diário para documentar o meu progresso, que a seguir transcrevo a vocês:

Segunda-feira:
Com muita dificuldade levantei-me às 6 da manhã. O esforço valeu a pena!
Nádia parecia uma deusa grega: ruiva, olhos azuis, grande sorriso, lábios carnudos e corpo escultural. Inicialmente, Nádia fez um tour pela academia,
mostrando todos os aparelhos. Comecei pela bicicleta ergométrica. Depois de 5 minutos, ela me tomou o pulso e se assustou, pois o coração estava muito acelerado. Não era a bicicleta não, era Nádia, vestida com uma malha de
lycra coladinha... Curti muito o exercício. Ela me motiva muito, apesar da
dor na barriga, de tanto encolhê-la, toda vez que ela passa perto de mim.

Terça-feira:
Tomei café e fui para a academia. Nádia estava mais linda que nunca. Comecei
a levantar uma barra de metal. Depois se atreveu a colocar mais pesos!!!
Minhas pernas estavam debilitadas, mas consegui completar UM QUILÔMETRO. O sorriso arrebatador que Nádia deu me convenceu de que todo exercício valeu a pena... era uma nova vida para mim.

Quarta-feira:
A única forma como consegui escovar os dentes, foi colocando a escova sobre
a pia e movendo a cabeça para cima e para baixo. Dirigir também não foi
fácil: estender os braços para mudar as marchas era um esforço digno de
Hércules, doía muito o peito e os braços, e minhas panturrilhas ardiam toda
vez que eu pisava o pedal da embreagem. Fisicamente impossibilitado,
estacionei meu carro na vaga para deficientes físicos, até porque saí do
carro mancando... Nádia estava com a voz um pouco aguda a essa hora da
manhã, e quando falava me incomodava muito. Meu corpo doeu inteiro quando
ela me colocou a cadeirinha de escalada. Para que merda alguém inventa um
treco para se escalar quando isso já está obsoleto com os elevadores? Nádia
me disse que isso me ajudaria a ficar em forma e a aproveitar a vida e os
esportes de aventura... ou alguma dessas promessas.

Quinta-feira:
Nádia estava me esperando com seus horríveis dentes de vampiro. Cheguei meia
hora atrasado: foi o tempo que demorei para colocar o tênis. A desgraçada da
Nádia me colocou para trabalhar com os pesos. Quando se distraiu, saí
correndo e me escondi no banheiro. Mandou um outro treinador me buscar e,
como castigo, me colocou na máquina de remar... me ferrei!

Sexta-feira:
Odeio a desgraçada da Nádia. Escrota, anoréxica, anêmica, insuportável e sem
cérebro! Se houvesse uma parte do meu corpo que pudesse se mexer sem
uma dor angustiante, eu partiria no meio essa desgraçada!!! Nádia quis que
eu trabalhasse meus tríceps... E EU NEM SEI QUE PORRA É ESSA DE
TRÍCEPS!!! Como se não bastasse colocar os pesos para que eu os levantasse,
ainda colocou aquelas merdas das barras...A bicicleta ergométrica me fez
desmaiar e, quando acordei, estava numa maca em frente a uma nutricionista,
outra idiota com cara de mal-comida, que me deu uma catequese de alimentação
saudável...

Sábado:
A lazarenta da Nádia me deixou uma mensagem no celular com sua vozinha de
lésbica assumida, perguntando-me por que eu não fui à academia. Só com a
sua voz já me deu vontade de quebrar o celular, porém não tinha força
suficiente para levantá-lo, pois até pra apertar os botões do controle
remoto da TV estava difícil...

Domingo:
Pedi ao vizinho para ir à missa agradecer a Deus por mim por essa semana que
terminou. Também rezei para que, no ano que vem, a desgraçada e
infeliz da minha mulher me presenteie com algo um pouco mais divertido, como
um tratamento de canal, um cateterismo ou um exame de próstata.

LER TODO O ARTIGO...

Dez mandamentos seculares


Domine sua fala.
Diga sempre menos do que pensa. Cultive uma voz baixa e suave.
Pense...
Antes de fazer uma promessa e depois não a quebre, não importa o quanto lhe custe cumpri-la.
Nunca...
Deixe passar uma oportunidade para dizer uma coisa meiga e animadora a uma pessoa ou a respeito dela.
Tenha...
Interesse nos outros - em suas ocupações, em seu bem-estar, seus lares e família. Seja sempre alegre com os que riem e lamente com os que choram.
Aja de tal maneira que as pessoas com quem se encontrar sintam que você lhes dispensa atenção e lhes dá importância.
Seja alegre.
Conserve-se sorrindo. Ria das histórias boas e aprenda a contá-las.
Conserve...
A mente aberta para todas as questões de discussão. Investigue, mas não argumente. É próprio das grandes mentalidades discordar e ainda conservar a amizade do seu oponente.
Deixe ...
Que suas virtudes falem por si mesmas e recuse a falar das faltas e fraquezas dos outros. Condene murmúrios. Faça uma regra de falar só coisas boas dos outros.
Tenha...
Cuidado com os sentimentos dos outros. Gracejos e críticas não valem a pena e freqüentemente magoam quando menos se espera.
Não...
Faça questão das observações más a seu respeito.
Viva de modo que ninguém as acredite.
Não...
Seja excessivamente zeloso dos seus direitos. Trabalhe, tenha paciência, conserve-se calmo, esqueça-se de si mesmo e receberá a recompensa.
"A passagem do tempo deve ser uma conquista e não uma perda."

Autora: Helen Keller

LER TODO O ARTIGO...
Related Posts with Thumbnails

Discover Brazil

Leve-me com você




 
2009 Template Buc�lico|Templates e Acess�rios